Qual a Resolução Ideal para digitalização de Mapas e Projetos ?

Como mostrado no postVetorização – Passo a Passo – Camadas ( Layers ) ” a vetorização de desenhos é um processo que somente contribui para a engenharia e suas necessidades.
Qual a resolução ideal quando quero vetorizar ou digitalizar um mapa ou projeto ?
 
A vetorização de curvas de nível é um destes trabalhos que usaremos na explicação. Curvas de nível são temas de mapas e desenhos de alto nível de detalhes e que precisam de alto nível de compromisso no processo de vetorização, com a qualidade e correspondência fiel ao original. Depois de vetorizadas serão utilizadas para cálculos de volumes, locações e outros.
 
O processo de digitalização deve padronizar o mais alto nível de resolução possível, para que no processo de vetorização, como consequência, sejam feitos o maior número de pontos ( vértices ) no desenho dos contornos das curvas de nível.
 
 
Veja a imagem acima. Faz parte dos temas vetorizados de curvas de nível mestras e intermediárias da carta do IBGE de Amargosa no estado da Bahia. Perceba, clicando na imagem para ampliar, o detalhe das curvas e seus contornos.
 
Como a imagem foi digitalizada do original do IBGE em uma resolução acima de 400 pontos por polegada ( ppp ou dpi ), foi possível vetorizar com alto grau de fidelidade e depois, utilizando software aplicativos para limpeza e controle de arredondamentos, “limpar” o arquivo de vértices redundantes nas mesmas curvas de nível.
 
Uma justificativa para scanners e digitalização de alta definição, pode ser exatamente a quantidade de pontos necessáriovs para determinados trabalhos.
 
Como em algumas escalas 1 milímetro pode significar 10, 20, 100, 250  metros ou mais, quanto maior a resolução, maior a precisão da imagem e posterior vetorização.
 
Por exemplo, se você digitaliza um mapa na resolução de 400 pontos por polegada (dpi), equivale dizer que em uma polegada que tem 25,4 milímetros, 400 pontos (pixels) serão inseridos em uma polegada. O tamanho do ponto (pixel) será de 25,4 milímetros / 400 pontos, logo o tamanho do ponto (pixel) será de 0,0635 milímetros.
 
Novamente, qual a importância dessa informação ?
1 mm na carta = 100.000 mm no terreno
1 cm na carta = 100.000 cm no terreno
   
Em uma escala de 1:100.000 por exemplo onde um milímetro equivale a 100 metros, o ponto (pixel) significará 100 metros X 0,0635 = 6,35 metros. Cada ponto (pixel) terá 6,35 metros.
Quando “errar” um milímetro para qualquer direção, estará “errando” mais de seis metros.
Perceba a importância de uma boa informação na compra de seu scanner de grande formato, na encomenda de uma digitalização de mapas ou projetos e fotos aéreas.

para maiores informações e orçamento de digitalização de documentos e plantas

Ligue:

(31) 3291-9600 Atendimento Nacional em Digitalização
(11) 3301-5484 Digitalização de Documentos São Paulo
(21) 3002-0272 Digitalização de Documentos Rio de Janeiro

ou use nosso formulário para contatos

O que é um Pixel ?

O pixel é o menor ponto de uma imagem seja arquivo ou dispositivo de exibição como um monitor e telas. É a menor unidade em uma imagem digital.

 

Está no pixel também o tamanho da unidade de medida da resolução em dots per inch (dpi) ou pontos por polegada. Se o arquivo tem resolução de 300 pontos por polegada ( ppp )  então teremos :
1 polegada = 25,4 milímetros
Resolução = 300 pontos por polegada (dpi ) ou ppp
tamanho do pixel =  25,4 / 300 = 0,084 milimetros

Ao pixel também pode-se atribuir uma cor. Na imagem acima cada pixel ou tem a cor branca ( vazio ) ou preta. 

 

Quer saber mais?

Consulte nossas páginas sobre Digitalização de Documentos e vetorização e tire suas dúvidas.

para maiores informações e orçamento de digitalização

Ligue:

(31) 3291-9600 Atendimento Nacional em Digitalização
(11) 3301-5484 Digitalização de Documentos São Paulo
(21) 3002-0272 Digitalização de Documentos Rio de Janeiro

ou use nosso formulário para contatos




Digitalização de Projetos – Conceitos e Unidades

Quando documentos, textos ou desenhos, são convertidos em arquivos eletrônicos, existem 2 tipos de formatos finais : RASTER ou VETOR.

Uma boa compreensão destes tipos de arquivos é muito importante quando falamos em digitalização de documentos.

RASTER ou DIGITALIZAÇÃO

Uma imagem digitalizada é formada por uma série de pontos, chamados “Pixels” organizados em linhas e colunas.

Um scanner captura uma imagem atribuindo uma linha, uma coluna e um valor de cor ( branco e preto, escala de cinza ou cor ) a cada ponto. Como uma imagem digitalizada é criada por uma série de pontos independentes, é essencialmente um arquivo “burro”, uma “fotografia” do documento.
  
Um outro conceito associado a Digitalização de Documentos é a RESOLUÇÃO.
  
O padrão internacional para se medir o grau de perfeição de uma imagem digitalizada é dizer com quantos pontos-por-polegada (em Inglês dots-per-inch ou DPI) a imagem foi gerada. Desenhos de projetos geralmente são digitalizados com resoluções entre 200 e 500 DPI (dots per inch). Este número refere-se a quantos pontos existem em uma polegada do desenho em ambas as direções.
  
Isto significa que uma digitalização documentos de 300 DPI tem 90.000 pontos (ou pixels) por polegada quadrada.Os clientes da AJS são sempre alertados que altas RESOLUÇÕES gerarão desenhos com alta qualidade, entretanto também gerarão arquivos maiores de espaço em disco.

Aumentando a resolução de 200 DPI para 300 DPI aumentará o tamanho do arquivo não em 50% mas em 125 %, de 40.000 para 90.000 pontos (ou pixels) por polegada quadrada.

A cor também influencia diretamente no tamanho do arquivo. Arquivos em tons de cinza são maiores que branco e preto, para uma mesma resolução.
    
Arquivos em cores são maiores ainda.

A AJS, sendo uma Empresa de Digitalização de Documentos com quase 17 anos de experiência, utiliza uma variedade de scanners para atender as necessidades de nossos clientes.

Estes equipamentos podem digitalizar diferentes tipos de mídias incluindo vegetais, sulfites, velum, heliográficas e fotografias em grandes formatos.

Nossos scanners de grande formato COLORIDOS podem digitalizar originais até 21,5 cm por 35 cm (8,5″ x 14″) em uma resolução de até 400 DPI (real) e 1600 DPI (interpolado). Nossos scanners de grande formato, P&B e tons de cinza, podem digitalizar originais de 107 cm (42″) de largura por qualquer comprimento até uma resolução de 400 DPI.
   

Consulte-nos sobre digitalizações a cores em grande formato incluindo separação de cores por layers.

Seu escritório, empresa ou departamento ainda tem desenhos soltos e mapotecas, memórias de cálculo ? Precisa fazer projetos a partir de originais em papel ou vegetal?

Precisa georreferenciar e vetorizar mapas ou temas ! Digitalize HOJE !!!

Quer saber mais?

Consulte nossas páginas sobre Digitalização de Documentos e vetorização e tire suas dúvidas.

para maiores informações e orçamento de digitalização

Ligue:

(31) 3291-9600 Atendimento Nacional em Digitalização
(11) 3301-5484 Digitalização de Documentos São Paulo
(21) 3002-0272 Digitalização de Documentos Rio de Janeiro

ou use nosso formulário para contatos

Digitalização de Projetos – Conceitos e Unidades

Quando documentos, textos ou desenhos, são convertidos em arquivos eletrônicos, existem 2 tipos de formatos finais : RASTER ou VETOR.
   
Uma boa compreensão destes tipos de arquivos é muito importante quando falamos em digitalização de documentos.
  
RASTER ou DIGITALIZAÇÃO

  
Uma imagem digitalizada é formada por uma série de pontos, chamados “Pixels” organizados em linhas e colunas.
 
Um scanner captura uma imagem atribuindo uma linha, uma coluna e um valor de cor ( branco e preto, escala de cinza ou cor ) a cada ponto. Como uma imagem digitalizada é criada por uma série de pontos independentes, é essencialmente um arquivo “burro”, uma “fotografia” do documento.
  
Um outro conceito associado a Digitalização de Documentos é a RESOLUÇÃO.
  
O padrão internacional para se medir o grau de perfeição de uma imagem digitalizada é dizer com quantos pontos-por-polegada (em Inglês dots-per-inch ou DPI) a imagem foi gerada. Desenhos de projetos geralmente são digitalizados com resoluções entre 200 e 500 DPI (dots per inch). Este número refere-se a quantos pontos existem em uma polegada do desenho em ambas as direções.
  
Isto significa que uma digitalização documentos de 300 DPI tem 90.000 pontos (ou pixels) por polegada quadrada.
  
Os clientes da AJS são sempre alertados que altas RESOLUÇÕES gerarão desenhos com alta qualidade, entretanto também gerarão arquivos maiores de espaço em disco.
  
Aumentando a resolução de 200 DPI para 300 DPI aumentará o tamanho do arquivo não em 50% mas em 125 %, de 40.000 para 90.000 pontos (ou pixels) por polegada quadrada.

  
A cor também influencia diretamente no tamanho do arquivo. Arquivos em tons de cinza são maiores que branco e preto, para uma mesma resolução.
    
Arquivos em cores são maiores ainda.

A AJS, sendo uma Empresa de Digitalização de Documentos com quase 17 anos de experiência, utiliza uma variedade de scanners para atender as necessidades de nossos clientes.
     
Estes equipamentos podem digitalizar diferentes tipos de mídias incluindo vegetais, sulfites, velum, heliográficas e fotografias em grandes formatos.

     
Nossos scanners de grande formato COLORIDOS podem digitalizar originais até 21,5 cm por 35 cm (8,5″ x 14″) em uma resolução de até 400 DPI (real) e 1600 DPI (interpolado).
   
Nossos scanners de grande formato, P&B e tons de cinza, podem digitalizar originais de 107 cm (42″) de largura por qualquer comprimento até uma resolução de 400 DPI.
   
Consulte-nos sobre digitalizações a cores em grande formato incluindo separação de cores por layers.
   
Seu escritório, empresa ou departamento ainda tem desenhos soltos e mapotecas, memórias de cálculo ? Precisa fazer projetos a partir de originais em papel ou vegetal?
  
Precisa georreferenciar e vetorizar mapas ou temas ! Digitalize HOJE !!!
  
Consulte-nos agora – Ligue 31 3301 5484 ou 31 3291 9600.