Qual a Resolução Ideal para Digitalização de Projetos Históricos ?

O exemplo do post anterior vale para mapas e projetos com escalas acima de 1:10.000.
 
Mas, em muitos documentos e projetos históricos, se aplica pelo quesito do tom. Quanto maior a resolução de digitalização, maior a fidelidade em relação ao original. Maior a possibilidade de captura de tons em função do tamanho do ponto (pixel). Pela imagem abaixo percebe-se a quantidade de tons da mesma cor em um pequeno espaço.
     .
      .
      .
Não é do nosso interesse prescrever equipamentos como solução aqui no Blog. Como o universo de utlizações é infinito e cada empresa ou cliente tem a sua necessidade, o que podemos fazer é informar a melhor forma de encontrar a solução com as ferramentas que comercializamos. O melhor ? Não sabemos. O melhor é o cliente quem decide.
    
Veja a imagem acima. É uma imagem digitalizada de um projeto antigo. A “tecnologia” da época era apresentar o projeto com a percepção de tons de azul, cinza ou “sépia”.
    
Uma justificativa para scanners e digitalização de alta definição, pode ser exatamente a quantidade de pontos (pixel) necessários para determinados trabalhos.
   
Como em algumas escalas 1 milímetro pode significar 10, 20, 100, 250 metros ou mais, quanto maior a resolução, maior a precisão da imagem.
   
Por exemplo, se você digitaliza um projeto antigo na resolução de 400 pontos por polegada (dpi), como uma polegada que tem 25,4 milímetros, 400 pontos (pixels) serão inseridos em uma polegada. O tamanho do ponto (pixel) será de 25,4 milímetros / 400 pontos, logo o tamanho do ponto (pixel) será de 0,0635 milímetros.
   

Novamente, qual a importância dessa informação ?
 
1 mm no projeto = 100.000 mm no terreno
1 cm no projeto = 100.000 cm no terreno
    
Em uma escala de 1:100.000 por exemplo onde um milímetro equivale a 100 metros, o ponto (pixel) significará 100 metros X 0,0635 = 6,35 metros. Cada ponto (pixel) terá 6,35 metros. 
   
O exemplo acima vale para mapas e projetos com escalas acima de 1:10.000.

Mas, em documentos e projetos históricos se aplica pelo quesito do tom. Quanto maior a resolução de digitalização, maior a fidelidade em relação ao original. Maior a possibilidade de captura de tons e nuances em função do tamanho do ponto (pixel) .
    
Em muitos projetos de digitalização de acervos históricos que participamos, percebemos o interesse na “guarda” da identidade visual dos documentos. Para isto não são todos os scanners que tem aplicação e podem atender em qualidade de imagem e tons.

Qual a Resolução Ideal para digitalização de Mapas e Projetos ?

Como mostrado no postVetorização – Passo a Passo – Camadas ( Layers ) ” a vetorização de desenhos é um processo que somente contribui para a engenharia e suas necessidades.
Qual a resolução ideal quando quero vetorizar ou digitalizar um mapa ou projeto ?
 
A vetorização de curvas de nível é um destes trabalhos que usaremos na explicação. Curvas de nível são temas de mapas e desenhos de alto nível de detalhes e que precisam de alto nível de compromisso no processo de vetorização, com a qualidade e correspondência fiel ao original. Depois de vetorizadas serão utilizadas para cálculos de volumes, locações e outros.
 
O processo de digitalização deve padronizar o mais alto nível de resolução possível, para que no processo de vetorização, como consequência, sejam feitos o maior número de pontos ( vértices ) no desenho dos contornos das curvas de nível.
 
 
Veja a imagem acima. Faz parte dos temas vetorizados de curvas de nível mestras e intermediárias da carta do IBGE de Amargosa no estado da Bahia. Perceba, clicando na imagem para ampliar, o detalhe das curvas e seus contornos.
 
Como a imagem foi digitalizada do original do IBGE em uma resolução acima de 400 pontos por polegada ( ppp ou dpi ), foi possível vetorizar com alto grau de fidelidade e depois, utilizando software aplicativos para limpeza e controle de arredondamentos, “limpar” o arquivo de vértices redundantes nas mesmas curvas de nível.
 
Uma justificativa para scanners e digitalização de alta definição, pode ser exatamente a quantidade de pontos necessáriovs para determinados trabalhos.
 
Como em algumas escalas 1 milímetro pode significar 10, 20, 100, 250  metros ou mais, quanto maior a resolução, maior a precisão da imagem e posterior vetorização.
 
Por exemplo, se você digitaliza um mapa na resolução de 400 pontos por polegada (dpi), equivale dizer que em uma polegada que tem 25,4 milímetros, 400 pontos (pixels) serão inseridos em uma polegada. O tamanho do ponto (pixel) será de 25,4 milímetros / 400 pontos, logo o tamanho do ponto (pixel) será de 0,0635 milímetros.
 
Novamente, qual a importância dessa informação ?
1 mm na carta = 100.000 mm no terreno
1 cm na carta = 100.000 cm no terreno
   
Em uma escala de 1:100.000 por exemplo onde um milímetro equivale a 100 metros, o ponto (pixel) significará 100 metros X 0,0635 = 6,35 metros. Cada ponto (pixel) terá 6,35 metros.
Quando “errar” um milímetro para qualquer direção, estará “errando” mais de seis metros.
Perceba a importância de uma boa informação na compra de seu scanner de grande formato, na encomenda de uma digitalização de mapas ou projetos e fotos aéreas.
Os melhores preços para Impressoras Plotter, Suprimentos para Plotter, Cartuchos de Tinta

Os melhores preços para Impressoras Plotter, Suprimentos para Plotter, Cartuchos de Tinta

Impressoras 3D

O Jornal Nacional da rede Globo apresentou matéria sobre a novo sonho mundial de consumo : ter uma impressora 3D !!
    
A matéria do Jornal Nacional pode ser vista aqui !!!
   
    
    
Veja a casca da foto acima que mostra em sua formação as diversas camadas de crescimento similares a curvas de nível.
tem empresas imprimindo maquetes de projetos e terrenos em impressoras 3D com rapidez e fidelidade. Logo será norma !!

A seguir alguns vídeos sobre equipamentos para impressão 3D !! 
     
         
    
   
 
Lembra  Levitt em 1983 : 


“Uma poderosa força impulsiona o mundo na direção de uma comunhão convergente, e essa força é a tecnologia. A tecnologia tem proletarizado a comunicação, transporte e viagens. Ela fez lugares isolados e pessoas empobrecidas, ávidas por seduções da modernidade. Quase todas em toda parte querem as coisas que já ouviram falar sobre, visto ou experimentado via novas tecnologias. O resultado é uma nova realidade comercial : o surgimento de mercados globais para produtos de consumo padronizados em uma escala nunca antes imaginada de magnitude”.

Mapa Chave e Locação

Muitos projetos ou empreendimentos precisam de um mapa chave no início da apresentação ou até mesmo para a capa do caderno.

Utilidade ideal para a imagem de mapas ou originais que possam ser digitalizados. Veja abaixo um exemplo:

A impressão que se apresenta como na imagem acima, é resultado de um arquivo híbrido. Imagem colorida para o mapa e seu detalhe, vetor para o formato e logotipos. Pode ser impressa em diversas escalas e  mídias diversas.
Precisa digitalizar mapas coloridos em grandes formatos ? Digitalize Hoje  !!!

Arquivos Híbridos – Vetor e Imagem

A locação de propriedades por sistemas de coordenadas e a atualização das dimensões de áreas são constantes geradores de trabalhos em campo e escritório. O mesmo para estradas, grandes terraplenagens, mapa chave de grandes projetos, topografia, mapas de localização e outras utilidades onde se deseja mostrar em uma região a área de interesse.

Para este trabalho as cartas do IBGE são o pano de fundo e sistemas ideais.  Há muita reclamação, mas as cartas do IBGE são a única fonte de informação em alguns casos e regiões e para quem não deseja fazer um novo levantamento topográfico ou locação.

Uma utilidade da imagem raster ou digitalização é o “pano de fundo” para softwares que permitem inserir imagens em arquivos vetoriais. O resultado é um arquivo híbrido. Veja a imagem :
    
  
Na imagem os objetos em tons de cinza pertencem a imagem da carta que foi encomendada a vetorização das curvas de nível e hidrografia. A vetorização da hidrografia em azul escuro e as curvas de nível mestras em verde, intermediárias em azul claro. As informações estão em camadas ( layers ) diferentes, podem ser mostradas em tela do computador ou não.
   
    
Caso seja possível e necessário, ambas as informações – imagem e vetores – podem ser impressos para a mostra necessária a quem e no local de interesse. Também estudos e demonstrações podem ser realizados em tela do computador.
Para informação, quanto menor a escala do original fornecido, mais pontos podem ser colocados nas curvas de nível a serem vetorizadas, tornando o contorno, a apresentação e precisão para cálculos de terrenos, mais precisa.

Vetorize hoje !! A AJS há mais de dezessete anos vetoriza originais ou parte destes em todas as regiões do Brasil. Como resultado temos um dos maiores acervos de cartas do IBGE vetorizadas completamente ou parte delas. Consulte já !!! Em diversas escalas !!

Vetorização – Passo a Passo – Camadas ( Layers )

Veja vantagens de vetorização de documentos técnicos. Quando se tem um mapa impresso em mãos, as informações são aquelas visíveis e em alguns casos confusas para se projetar ou desenhar por cima. Aquela velha técnica do papel de seda ou vegetal não ajuda muito. Em um arquivo resultado de vetorização as informações são colocadas em camadas. As camadas (layers) podem ser desligadas e colocadas na tela de acordo com a necessidade. Editadas, bloqueadas, coloridas ou não.

Veja o mapa abaixo em camadas. Primeiro a grade de coordenadas UTM.
   

  

A camada com as curvas de nível mestras

   

  

Camada com os textos de informação das curvas de nível

   

    

   E o arquivo digital com as informações necessárias em camadas separadas e apresentadas

   

 
Precisa digitalizar, georreferenciar e vetorizar mapas, temas ou projetos! Digitalize HOJE !!!

Vetorização – Mapas Geológicos – Mapa, Perfil e 3D

Neste trabalho o cliente interessadoMineração Nacional de Grafite em Minas Gerais, nos enviou plantas em formato A0, plantas topográficas e de locação, onde digitalizamos para imagem, realizamos a retificação para as coordenadas e vetorizamos os mapas nas diversas informações e detalhes. O arquivo digital foi entregue em verdadeira grandeza, com orientação para o norte verdadeiro e coordenadas correntes – ao movimentar o cursor é mostrada a coordenada verdadeira.
     
A planta além dos dados topográficos e altimetria continha informações de investigações geológicas. Foram digitalizados também os perfis da área de interesse.
    
E ao final os trabalhos foram entregues os arquivos dos desenhos fornecidos em papel, nas coordenadas UTM, com todas as informações geológicas indexadas aos vetores e também um modelo da área em três dimensões.
    
Precisa digitalizar, georreferenciar e vetorizar mapas, temas ou projetos! Digitalize HOJE !!!
      

Formato origem : Diversos ABNT

Ano : 1998

Quantidade de Imagens :13

Quantidade de arquivos : 13

Referência : 141

Para maiores informações e orçamentos de vetorização e digitalização :
     

Ligue:
  (31) 3291-9600
Minas Gerais

  (11) 3301-5484
São Paulo

  (21) 3002-0272
Rio de Janeiro

Vetorização – Mapa de Locação e Topografia

Apresentamos neste blog alguns trabalhos que realizamos com a digitalização e vetorização de desenhos técnicos, para exemplificar a aplicabilidade da conversão do papel para o digital. 
   
A vetorização é o desenho em computador (CAD) de informações de uma imagem raster para vetor, filtrando (redesenhando) apenas as informações necessárias ao novo projeto (arquivo digital de desenho).
   
Neste trabalho o cliente interessado nos enviou plantas em formato A0, plantas topográficas e de locação, onde digitalizamos para imagem, realizamos a retificação para as coordenadas e vetorizamos os mapas nas diversas informações e detalhes. O arquivo digital foi entregue em verdadeira grandeza, com orientação para o norte verdadeiro e coordenadas correntes – ao movimentar o cursor é mostrada a coordenada verdadeira.
 


     
Arquivo do parcelamento e vias vetorizado
        
Formato origem : A0

 

Cliente : Gerpro Gerenciamento e Projetos Ltda.

 

Ano : 2.000

 

Quantidade de Imagens : 1

 

Quantidade de arquivos : 1

 

Referência : 205

 

 

 

Justificativa do trabalho : setor de engenharia da empresa de projetos precisava da planta em arquivo digital para sinalização e mapa-chave para diversas aplicações. Também para cálculo de áreas de parcelamento, estudo de declividade, delimitação de bacias, delimitação de áreas de pavimentação e drenagem. Veja no detalhe a planta topográfica.
   

       

Precisa digitalizar, georreferenciar e vetorizar mapas, temas ou projetos! Digitalize HOJE !!!

Para maiores informações e orçamentos de vetorização e digitalização :
     

Os melhores preços para Impressoras Plotter, Suprimentos para Plotter, Cartuchos de Tinta

Os melhores preços para Impressoras Plotter, Suprimentos para Plotter, Cartuchos de Tinta

Ligue:
  (31) 3291-9600
Minas Gerais
 
  (11) 3301-5484
São Paulo
 
  (21) 3002-0272
Rio de Janeiro

Vetorização – Mapas de Solos

Apresentamos neste blog alguns trabalhos que realizamos com a digitalização e vetorização de desenhos técnicos, para exemplificar a aplicabilidade da conversão do papel para o digital. 


A vetorização é o desenho em computador (CAD) de informações de uma imagem raster para vetor, filtrando (redesenhando) apenas as informações necessárias ao novo projeto (arquivo digital de desenho).
 
Neste trabalho o cliente interessado nos enviou plantas em formato A0, mapas de solos impressos, onde digitalizamos para imagem, calculamos as coordenadas UTM, realizamos a retificação para as coordenadas calculadas e vetorizamos os mapas nas diversas informações de solos, litologias e detalhes. O arquivo digital foi entregue em verdadeira grandeza, com orientação para o norte verdadeiro e coordenadas correntes – ao movimentar o cursor é mostrada a coordenada verdadeira.

 

   
Arquivo vetorizado
Formato origem : A0
Cliente : Fahma
Ano : 2000
Quantidade de Imagens : 5
Quantidade de arquivos : 5
Referência : 207
 
Justificativa do trabalho : setor de engenharia da empresa de projetos precisava da planta em arquivo digital para sinalização e mapa-chave para diversas aplicações. Também para cálculo de áreas, delimitação de bacias, delimitação de áreas de litologias e interseções. Veja no detalhe.
    

Precisa digitalizar, georreferenciar e vetorizar mapas, temas ou projetos! Digitalize HOJE !!!

Os melhores preços para Impressoras Plotter, Suprimentos para Plotter, Cartuchos de Tinta

Os melhores preços para Impressoras Plotter, Suprimentos para Plotter, Cartuchos de Tinta


Para maiores informações e orçamentos de vetorização e digitalização :

     

Ligue:
  (31) 3291-9600
Minas Gerais
 
  (11) 3301-5484
São Paulo
 
  (21) 3002-0272
Rio de Janeiro

CHINA – Digitalize HOJE !!!

“Se você fizer uma fábrica de automóvel, vem a China e faz mais barato. Na área da indústria de transformação, todo cuidado é pouco”.
   
“A China tem 300 milhões de pessoas no campo esperando licença do governo para poderem migrar para as cidades. Por isso, o custo da mão de obra não vai subir tão cedo. Também é sinal de que a cidade está saturada. Lá a mão de obra custa em média US$ 100 por mês. Não o salário mínimo, é a remuneração média. Para ganhar US$ 100 por mês tem 300 milhões na fila. Até absorver todo este pessoal, vai demorar uns 30 anos”.
Frases da entrevista de João Camilo Penna – Ex-ministro da Indústria e Comércio.

Revista Mercado Comum – Ano XIX – Edição 233 – Ou aqui !!
Precisa mais ? Sua empresa, indústria ou departamento está cheio de informações perdidas ?

Leva tempo de várias pessoas procurando aquele projeto, “as-built”, ligando para a copiadora para pedir impressões e cópias ?

Ligando para o cliente para saber se eles tem uma cópia ? Se empresta ?

A sua mapoteca ocupa quanto espaço físico ? Quanto custa ? O imóvel é alugado ? Vixe !!!

ESTÁ perdendo competitividade. Digitalize HOJE !!! Otimize espaço, diminua custos ocultos e trafegue rapidamente com a informação.